Multiplicador Jovem Aprendiz

Home / projetos-home / Multiplicador Jovem Aprendiz

Uma iniciativa do Barclays e do UNICEF no Brasil

Os jovens são essenciais para o desenvolvimento de uma nação, mas paradoxalmente tem de ultrapassar vários obstáculos para ingressar no ”mundo do trabalho.” Investir nos jovens e reduzir suas vulnerabilidades permite que desenvolvam seu potencial e se tornem cidadãos transformadores em suas comunidades.

Com o objetivo de ajudar a mudar este cenário, o Barclays firmou uma parceria com o UNICEF, e investirá R$13,5 milhões ao longo de três anos na educação e formação profissional de milhares de jovens ao redor do mundo por meio do programa Building Young Futures.”

No Brasil o programa foi Batizado de Multiplicador Jovem Aprendiz e R$680 mil serão destinados para a formação e inserção profissional de 200 adolescentes de comunidades populares em São Paulo, em colaboração com as seguintes ONGs Selecionadas pelo UNICEF: Aldeia do Futuro, Associação Bandeirantes , Associação dos Voluntários integrados do Brasil (AVIB), Bompar,Casa do Zezinho, Projeto Esperança São Miguel Paulista (PROJESP) e Vivenda da Criança.

O processo formativo busca promover desenvolvimento pessoal e social, fortalecer os conhecimentos básicos adquiridos na educação formal e ampliar o repertório cultural dos Jovens, preparando-os para o ingresso no mercado de trabalho.A inserção profissional tem como foco a atuação dos participantes como empreendedores e aprendizes.

O programa Multiplicador Jovem Aprendiz é desenvolvido em parceria com a Secretaria Municipal do Desenvolvimento Econômico e do trabalho e com o apoio técnico do Centro integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável (CIEDS). A iniciativa também se articula com outras organizações da sociedade, a fim de promover ações de mobilização Social e influenciar políticas públicas.

Uma das principais metas do programa multiplicador Jovem aprendiz é captar vagas de trabalho dentro da Lei da Aprendizagem para os jovens participantes do projeto.

Por isso sua colaboração é fundamental. O Barclays convida todos os seus clientes, parceiros e fornecedores a embarcarem nessa iniciativa e se tornarem multiplicadores também.

A lei da Aprendizagem torna obrigatória a contratação de jovens de 14 a 24 anos matriculados em escola ou em um curso de formação profissional, de forma a permitir seu ingresso no mercado de trabalho sem comprometer os seus estudos e seu desenvolvimento pessoal.

Mais do que um dever, a Lei da Aprendizagem é uma ação de responsabilidade social e um importante fator de promoção da cidadania.O Jovem se prepara para desempenhar atividades profissionais e lidar com diferentes situações no mundo. As empresas formam cidadãos autônomos e responsáveis e trabalhadores qualificados